Pensa em Deus, refugia-te em Deus, espera por Deus e confia em Deus, porquanto, ainda mesmo quando te suponhas a sós, em meio de tribulações incontáveis, Deus está conosco e com Deus venceremos.

Emmanuel

Estamos com as inscrições abertas para o curso:

PBDE (Programa Básico da Doutrina Espírita)

Associação de Estudos Espíritas Allan Kardec

Rua Brás de Pina, 606

Vila Vitória

Mogi das Cruzes

Início das aulas: 06/02/2017

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Perante Nós Mesmos

Vigiar as próprias manifestações, não se julgando indispensável e preferindo a autocrítica do auto-elogio, recordando que o exemplo da humildade é a maior força para a transformação das criaturas.
Toda presunção evidencia afastamento do Evangelho.
Agir de tal modo a não permitir, mesmo indiretamente, atos que signifiquem profissionalismo religioso, quer no campo da mediunidade, quer na direção de instituições, na redação de livros e periódicos, em traduções e revisões, excursões e visitas, pregações e outras quaisquer tarefas.
A exploração da fé anula os bons sentimentos.
Render culto à amizade e à gentileza, estendendo-as, quanto possível, aos companheiros e às organizações, mas sem escravizar-se ao ponto de contrariar a própria verdade, em matéria de Doutrina, para ser agradável aos outros.
O Espiritismo é caminho libertador.
Recusar várias funções simultâneas nos campos social e doutrinário, para não se ver na contingência de prejudicar a todas, compreendendo, ainda, que um pedido de demissão, em tarefa espírita, quase sempre equivale a ausência lamentável.
O afastamento do dever é deserção.
Efetuar compromissos apenas no limite das próprias possibilidades, buscando solver os encargos assumidos, inclusive os relacionados com as simples contribuições e os auxílios periódicos às instituições fraternais.
Palavra empenhada, lei no coração.
Libertar-se das cadeias mentais oriundas do uso de talismãs e votos, pactos e apostas, artifícios e jogos de qualquer natureza, enganosos e prescindíveis.
O espírita está informado de que o acaso não existe.
Esquivar-se do uso de armas homicidas, bem como do hábito de menosprezar o tempo com defesas pessoais, seja qual for o processo em que se exprimam.
O servidor fiel da Doutrina possui, na consciência tranqüila, a fortaleza inatacável.
"Examinai-vos a vós mesmos, se permaneceis na fé;provai-vos a vós mesmos."- Paulo. (II CORÍNTIOS, 13:5.)


Vieira, Waldo. Da obra: Conduta Espírita. Ditado pelo Espírito André Luiz. 21 edição. Livro eletrônico gratuito em
http://www.febnet.org.br/. Rio de Janeiro, RJ: FEB. 1998.

Nenhum comentário:

VÍDEOS

VÍDEOS

Evangelho No Lar

A você, espírita ou não, lembramos que Jesus disse: "quando se reunirem dois ou mais em meu nome, ali estarei".
O culto cristão do evangelho no lar é oportunidade para:
- Reabastecimento de energias psíquicas;
- Estudo e desenvolvimento dos ensinamentos do Mestre Jesus, aplicáveis à nossa vida;
- Harmonização entre os participantes e do ambiente onde ele acontece;
- Dissipação de mágoas, ressentimentos, antagonismo e ódios;
- Agradecimento a Deus;
- Pedidos de amparo e proteção para encarnados e desencarnados.

Roteiro para o culto do Evangelho no Lar

- Escolher um dia da semana, fixando horário para a reunião com familiares ou só (sempre no mesmo horário);

- Dispor um copo com água para cada participante da reunião;
- Iniciar a reunião com uma prece;
- Fazer a leitura um breve trecho de: "O Evangelho Segundo o Espiritismo", ou outro livro escolhido;
- Fazer um breve comentário sobre o trecho lido, evitando a polêmica ou desvios para outros assuntos, a fim de manter equilíbrio vibratório da reunião;
- Encerrar com uma prece, enviando vibrações de paz, amor e harmonia à família e aos necessitados em geral;
- A reunião se prolongar além de 20 ou 30 minutos;

Música suave, em volume brando, favorecerá uma melhor ambientação para as vibrações e preces.

Importante: Não transformar o culto do Evangelho no Lar em reunião mediúnica.
Fornecido por A.E.E.Allan Kardec

Provérbios Morais e Leis da Arábia encontrados nas ruínas de Persopolis, gravados em fino mármore

Digais

Sabeis

Diz

Sabe

Dirá

Não sabe

Façais

Podeis

Faz

Pode

Fará

Não deve

Acrediteis

Ouvis

Acredita

Ouve

Acreditará

Não ouve

Gasteis

Tendes

Gasta

Tem

Gastará

Não tem

Julgueis

Vedes

Julga

Julgará

Não viu

Não

Tudo quanto

Porque aquele que

Tudo quanto

Muitas vezes

O que

Seguidores